Sobre o Blog

Recesso de final de ano – 2015

dezembro 24, 2015

SOBRE O BLOG

Um ano de muita dedicação. Esforcei-me, pessoas, e não pensem que foi um esforço do tipo que cansa, esgota; foi prazeroso e divertido. Sabe quando você tem muitas coisas para fazer e tem consciência de que só poderá chegar à parte mais legal, depois que finalizar o que dá mais trampo? Então, esse foi o meu gás, o meu combustível de todos os dias, saber que depois do trabalho oficial eu estava livre para escrever! Ahhhh, que maravilha! Uma musiquinha para deixar o ambiente mais leve, o espírito livre e a mente focada nas palavrinhas vindouras!



Escrever não é meu único hobby, costurar está se tornando algo bem significativo em minha vida. O blog, hoje, é a convergência de todos os braços do meu ser, esse polvo agitado internamente (minha cabecinha), que pensa tanto que não dá tempo nem de anotar, e a ideias se vão assim, nascendo e escondendo-se com a velocidade das asas de um beija flor! 

Muitos acontecimentos, muitas interrupções nas postagens e outras tantas revisões sobre o que eu acho legal ou não. Meu maior desejo é começar 2016 com muita energia e uma versão mais completa dos meus anseios em relação ao blog e a minha vida; e, para isso, resolvi fazer um pequeno recesso de final de ano. Ficar alguns dias sem alimentar o blog me dará a oportunidade de preparar melhor as surpresas que quero trazer para vocês no próximo ano.

Quero me dedicar a isso com muito carinho e atenção. Já tenho um pré-script e vou utilizar essas poucas semanas para colocá-lo em prática. Não vou entrar em pormenores agora, pois escreverei um post específico sobre isso, que será o “Editorial de 2016”

Então, como não estarei presente por aqui com minhas palavrinhas, quero aproveitar e desejar à todos um Natal repleto de amor, confraternização, doçura, alegria e que vocês possam se lembrar de que, dia de Natal não é apenas troca de presentes, é muito mais do que isto. É um momento para pensarmos e agradecermos. Pensar nas coisas boas que aconteceram e deixar para trás as que nos fizeram sofrer um poquito más do que gostaríamos, mas que, no final das contas, nos fizeram aprender algo. 

Também quero desejar que o nosso novo ano seja mesmo repleto de realizações positivas. Que a cada dia de 2016 tenhamos a oportunidade de estreitar ainda mais nosso relacionamento com nós mesmos! É, pessoas queridas, quanto mais nos conhecemos melhor, melhor fazemos nossas escolhas e acredite, esse relacionamento só pode dar bons frutos e... pasmem, nunca acaba! A verdade é que mudamos o tempo todo e por isso temos que estar tão atentos com nós mesmos. Trabalho diário e constante.

Vamos nos tornar estrelas de nossa própria produção cinematográfica, com direção autoral e uma bela equipe de apoio, não se esqueça de cultivar as pessoas queridas perto de você, e o filme da sua vida, a rodar em 2016, terá tudo para ser o melhor de todos os tempos!

Feliz 2016 para você. 

Nos encontramos novamente logo mais!!! Bjooo




Palavras do Coração

Não Pense e Não Planeje

dezembro 23, 2015

PALAVRAS DO CORAÇÃO

“Não pense” e “Não planeje”. São frases que ouço repetidamente. Acho que minha tendência em criar metas no piloto automático ou matar o peru na véspera são questões que preciso trabalhar. Já escrevi sobre esses temas anteriormente e provavelmente irei revisitá-los muitas outras vezes.

Mas, antes de continuar, acho legal falar sobre o que penso dos textos que escrevo. Geralmente, a primeira pessoa que precisa lê-los sou eu. Acredito mesmo que sou quem mais precisa aprender com as coisas que escrevo, por isso, quero que, você leitor(a), tenha sempre em mente: estamos crescendo e aprendendo juntos sobre todas as coisas que moram nessa casa cuidada com tanto carinho. E hoje vou falar um pouquinho mais desse aprendizado.

Pensar demais em todos os pontos e vírgulas de um determinado assunto é interessante para você se sentir menos medrosa (o), mas o exagero que beira o limite da insegurança, pode minar possibilidades positivas e experiências construtivas importantes para você. 

Quando uma situação muito legal acontece, agente tem o péssimo hábito de achar que está bom demais para ser verdade e começa a questionar prós e contras. O “será” aparece como uma nuvem cinza pairando,sem a menor timidez, sob nossas cabeças e a gente, com medo de ser feliz, colhe a água da chuva, ao invés de dar um passo para o lado e sair da pequena tempestade que se formou. 

Estar aberta às possibilidades que a vida oferece é ir além do que achamos ser o melhor para nós. Aceitar novos horizontes é quebrar paradigmas, mudar de rota, ou melhor, aceitar novos caminhos sem resmungos. Temos o péssimo hábito de sermos ranzinzas quando algo não segue o script que tão cuidadosamente construímos e esperamos trilhar sem alteração de direção.

Deixar as coisas acontecerem é viver de um jeito muito mais leve. Confesso que, para uma virginiana, isso é realmente um desafio. Mas, minha busca pela leveza vem sendo uma meta desde que deixei para trás a fase da vida em que convivi apenas comigo mesma. Anos de boa conversa com o espelho e com as paredes. Nem todo mundo vive bem sozinho (a). Eu até gosto de curtir um tempinho com minha atrapalhada pessoa, principalmente se for para escrever, ouvir música ou ler, mas em certos momentos da vida é preciso ou, gostoso, ter gente por perto.

Imaginar o que será da sua vida a curto, médio e longo prazo costuma ser foco de atenção em empresas, no mundo corporativo e profissional.  Mas, na vida pessoal acho que transfere o peso da auto cobrança para cumprir metas, para dentro do seu mundo particular e essa não me parece uma boa escolha. Tenho a impressão de que viver dessa forma é prender uma bola de chumbo nos dois pés e fingir que elas são parte do seu estilo, apenas um acessório necessário.

Respira. É o que costumo dizer quando minha sobrinha desembesta a falar e argumenta calorosamente sobre algo que quer, ou quando leva um tropeção e tenta explicar o que aconteceu enquanto exercita seu gogó de ouro. O que tento fazê-la entender é que, se ela não se acalmar, ninguém vai poder entender o que houve e, portanto, não poderá ajudá-la. 

Respirar é um ótimo exercício quando estamos diante de novas possibilidades, dezenas de opções, centenas de perguntas sem respostas e mesmo assim, nos vemos seguindo em frente. É assustador viver o momento sem enxergar o que tem após a próxima curva. Confiar nas opções que a vida pode trazer é bem mais saudável e provavelmente a melhor escolha, mas é preciso ter um absurdo autocontrole da ansiedade, principalmente quando a estrada te oferece uma paisagem totalmente diferente do que você imaginava visualizar nesse momento da vida.

Costumo me preocupar em como fazer minhas escolhas. Existem vários caminhos para se ter um resultado. Um deles é construir uma linha lógica sobre o assunto e a outra é seguir o coração.  Venho exercitando dar mais autonomia ao coração que a razão. Racionalizar pode ser um jeito de verbalizar suas escolhas quando alguém pergunta por que esse e não aquele, mas a escolha em si, sempre achei mais honesta quando vem do coração.

Ensurdecer os ouvidos sobre o que o resto do mundo acha que é o melhor caminho pra você pode ser um pouco radical, ouvir outras pessoas e dar crédito para quem é mais experiente que você é uma forma de ver a situação por outro ângulo. Mas, na hora de decidir ou escolher, o que você sente é, sem dúvida, a mais pura verdade.

E então, pensar e planejar pode... mas nem tanto. Vamos deixar a vida oferecer o que ela tem para nós e sentir através do coração (que é a verdade em forma de intuição) que caminho seguir. Estacionar jamais, seguir em frente sempre, mesmo que as curvas limitem o horizonte, a coragem precisa estar na comissão de frente e não na última ala. 

Respirar fundo, planejar apenas o necessário, pensar no que faz bem, ouvir o coração (intuição) e exercitar a coragem, receita do dia de hoje para encarar as novas paisagens que a vida está nos trazendo.

Espero que o texto de hoje possa ajudar você a pensar no seu momento de maneira mais leve e corajosa.

Quer receber a as postagens no seu e-mail? Assine a Newsletter! O OHDECASAA é feito pra você! 

Beijos, beijos, beijos!!










Festas

Natal - lista de presentes organizada

dezembro 17, 2015

ORGANIZAÇÃO

As festas de final de ano estão chegando!!! Ai delícia! Já escrevi dois posts para ajudar você leitora (o) a organizar melhor a vida. Um sobre a decoração da árvore de Natal (veja aqui) e o outro sobre a organização da festa (leia aqui). Tudo o que é feito com antecedência é feito com mais calma e muito mais organizado. 

Hoje, como prometido, é dia de presente!! Sabemos que o país está passando por maus bocados. Uns sofrendo mais que outros, mas todos vivendo os respingos do problema, por isso, presente de Natal virou uma questão a pensar. Pois é, quem não gosta de ganhar presentes? E tem gente que curte muito mais presentear, sabia? É... Mas pensar em empréstimo financeiro para comprar presentes não é exatamente um bom jeito de começar o novo ano, nééé! 

A dica de hoje é para você organizar a lista de presentes e assim priorizar investimentos. Papo de economista? Naum... Papo de quem quer dar os presentes na medida e sem ficar no vermelho.

 Então vamos aos passos:

01- A primeira ação é fazer uma lista de todos os sortudos que você tem para presentear. A lista pode ser feita no Excel, ou para os fãs, como eu, de papel e caneta, (prefiro lapiseira, assim posso mudar de ideia!!rs) montar a planilha a mão mesmo ; ou ainda um misto dos dois: monta a carcaça no Excel e preenche a mão; assim você pode carregar na bolsa.

02- Na coluna ao lado dos nomes anote o que imagina dar de presente para cada pessoa ou algo que acha que combina com ela. 

03- Na terceira coluna anote os valores que espera gastar com cada um, assim você controla onde exatamente está investindo seu rico dinheirinho. Afinal de contas, marido e filhos são prioridades em relação à tia meio distante (que você só vê uma vez por ano) ou o amigo secreto do trabalho!

04- Na coluna ao lado, anote os valores realmente gastos, dessa maneira é possível perceber se seu feeling para custo x benefício está bom!

05- Quanto antes você montar a lista, mais fácil será aproveitar as oportunidades. Sempre vai bem uma promoçãozinha, uma liquidação ou encontrar algo difícil de achar. Mais uma vez a antecipação como forma de organizar e dar um chega pra lá na ansiedade. Quanto antes você montar a lista, mais tempo para diluir os gastos.

06- A Black Friday pegou aqui no Brasil também. Infelizmente já foi, mas fica a dica para a próxima. Save the Date: é sempre na quarta sexta - feira do mês de novembro. Uma boa oportunidade de presentear com descontos rechonchudos! Mas, cuidado, procure empresas idôneas para que você realmente compre com desconto. Pasmem, tem muito comerciante por aí que sobe o preço para depois abaixar. Hum... cuidado!

07- Se você tem costume de dar lembrancinhas para os professores dos filhotes, para o quadro de funcionários do seu prédio ou para o frentista do posto “gente boa”, uma boa é padronizar. Por exemplo: um panetone para cada porteiro e faxineira do seu condomínio, ou um marcador de livros fofo para as professoras. A questão aqui é ser gentil com pessoas que de alguma forma fizeram parte da sua vida durante o ano que passou e que, muitas vezes, fizeram mais do que o exigido por suas funções, por pura delicadeza ou educação.

Você pode utilizar o esquema da lista todos os anos e assim, fazer comparações, um jeito legal de controlar os presentes que já deu para cada pessoa e o custo de um ano para outro. Dessa maneira, é possível avaliar se o gasto está alto, baixo ou pode caprichar mais; e até o quanto precisará ter em caixa para não passar aperto no final do ano.

Outra maneira de encarar a troca de presentes é o amigo secreto, já famoso entre amigos e colegas de trabalho, também é ótima saída em família. Aqui em casa adotamos entre os adultos e deixamos a pequena de fora, para ela o Papai Noel será mais generoso, afinal de contas, o encanto do Natal é prioridade quando se trata da criançada! E claro, não se esqueça de que os presentes, no pé da árvore, são parte do encanto da decoração e da emoção do Natal!!! 

Para ajudar, algumas dicas de presentes que encontrei pesquisando e que achei show de bola, vale a dica... uma coisa mais linda que a outra!!! Para elas, para eles e para os pequenos, com valores razoáveis, não passei de R$60,00 e uns quebradinhos!



Espero que as dicas de hoje possam ajudar de alguma forma. Vale lembrar que este não é um publieditorial. As dicas dos presentes foi um carinho “pro ceis”, queridos leitores!!!

Beijos beijos beijos

Organização

Festa de Natal organizada

dezembro 09, 2015

ORGANIZAÇÃO

Oi gente! O Natal está chegando, o ano está acabando e a coisa vai ficando tensa! Mil e muitas coisinhas para pensar, fazer, organizar, preparar e, geralmente, nem sabemos por onde começar! Hoje, resolvi montar uma postagem bacanééérrima para ajudar as desesperadas do Natal a passarem por esse período de um jeito mais tranquilinho.


Qual é a primeira coisa em que pensamos quando as festas de final de ano começam a se aproximar? PRE-SEN-TE. E quando se tem família grande então, é assunto que beira ao empréstimo financeiro. Vamos combinar que a situação financeira do país está meio caótica e, mesmo quem não está sofrendo tanto assim, sabe que precisa ter cautela, o dia de amanhã é uma incógnita.

Mas, como estamos falando de festa, vou deixar o assunto “presentes” para depois. Que tal começar pelo começo? E... Começar tudo com antecedência é garantia de organização e tranquilidade.


O primeiro passo : Quem vem?

Então, o primeiro item da nossa lista é??? Uma lista! Isso, isso, uma lista de pessoas! Na verdade, a primeira ação é decidir se a festa de Natal será apenas em família ou com os amigos também. Aqui em casa já fizemos festa com todos juntos e misturados; mas, faz anos, optamos por estarmos apenas em família. Deixamos a big party para a passagem de ano (quando é possível).

Minha família é tamanho pocket, então fica tudo mais fácil. Mas, para quem tem família grande ou optou pela festa de arromba, a organização se torna ainda mais necessária.  



Primeiro de tudo, avalie o espaço que você tem e pense em como servirá a ceia. Quanto mais descontraído seu estilo de receber, mais fácil será adaptar o espaço disponível. Uma sugestão é o serviço à Americana, no qual as pessoas se servem à vontade em uma mesa/Buffet e acomodam-se em cadeiras, sofás, poltronas; o que não é exatamente uma opção super confortável (mesmo com apoios e bandejas de colo), por isso, se você tem espaço para todos à mesa, considere utilizá-la. Se a mesa não comporta todos, dê preferência aos idosos, eles merecem; e para as crianças que tendem a se atrapalhar com o prato sem apoio seguro.


Dica: A quantidade de pessoas está diretamente relacionada ao espaço que você tem para receber. Cuidado! Ninguém vai curtir passar o Natal sentindo-se enlatado. 


Organize com carinho uma mesa para a ceia e outra para os doces. Pratos, talheres e guardanapos em outra, se a mesa utilizada como Buffet for grande o suficiente, você pode dispô-los em uma das extremidades.


Aqui em casa, fazemos a ceia na sala de jantar mesmo e os pratos ficam no Buffet. No período que antecede a ceia, ficamos todos juntos na varanda, papeando e se curtindo (Natal é pra isso né?!). Sabendo disso, disponho, na própria varanda, petiscos e preparo um espaço para as bebidas e para a sobremesa. Porque sei que após a ceia, voltamos para a varanda. Aqui, funciona bem assim. Veja qual o melhor “jeitinho” e o que mais combina com a sua família.



Segundo passo – Você vem?

O passo seguinte é fazer o convite. Hoje em dia, principalmente em situações não formais, enviar o convite via e-mail é possível. Faça um bem caprichado! Envie com, pelo menos, um mês e meio de antecedência e peça confirmação. Ligue para os que não vivem na era digital ou envie uma versão via correio. Dê a todos um prazo para o retorno, quinze dias a partir da data da festa, assim, você pode se organizar melhor. Não esqueça, durante as confirmações, de perguntar se alguém levará acompanhante.


Terceiro Passo – A ceia

Para essa etapa existem algumas opções, como por exemplo, contratar uma empresa que entrega tudo pronto (faça isso com uma semana ou dez dias de antecedência), dividir os gastos entre as famílias, ou definir quem leva o quê. Nesse caso, uma boa é criar uma “comissão” de assuntos gerais...rsrs. Parece bobagem, mas muita gente palpitando nunca dá certo. O que acaba acontecendo mesmo é que as mulheres tomam a frente e decidem tudo. Outra sugestão é montar um grupo no Whatsapp (utilizar a tecnologia a nosso favor é sempre inteligente) e aí fica facim, facim. Cada um leva o que faz de melhor!


O cardápio fica a critério. O tradicional peru, pernil, arroz, salpicão e farofa ainda é o campeão na escolha dos brasileiros, mas já existe o time dos alternativos. Ou porque consideram a versão tradicional pesada demais para o clima do nosso Brasil, ou porque optaram por não consumir carne animal e passaram a cultivar novas possibilidades!! A criatividade é o limite!


De posse da lista de confirmação, já é possível quantificar a comida e a bebida, o que não é tarefa fácil, já que existem muitas variáveis. Além do número maior ou menor de opções de pratos servidos, homens e mulheres consomem quantidades muito diferentes. Assim, saber quantos homens, mulheres e crianças estarão entre os convidados é informação importantíssima. Os adultos consomem entre 400 e 700 gramas durante a ceia, sendo que nós, meninas, preferimos as comidinhas mais leves e os rapazes as carnes.


Para os petiscos pré ceia vale frutas secas, castanhas, (de 100 a 150 gramas por pessoa) patês ou pastinhas, canapés e salgadinhos (de quatro a seis unidades por pessoa), pães, queijos; lembrando que quanto maior a diversidade, mais garantia de que todos vão querer provar um pouquinho de cada coisa, mas podemos considerar quatro tipos de petiscos um bom número para uma turma de até 10 pessoas.


Como entrada, duas opções são o suficiente. A famosa maionese (de 3 a 4 colheres de sopa por pessoa) e uma salada de folhas é bem legal. Ou opções mais requintadas como o carpaccio, vale lembrar que existe carpaccio vegetariano!


Para calcular a carne pense em 200 gramas por pessoa e lembre-se que as carnes congeladas perdem cerca de 30% a 40% do seu peso quando prontas para o consumo. Uma boa saída é servir mais de uma opção. Aumentar a quantidade, se a maioria dos convidados for da ala masculina. Meninos gastam mais energia e, portanto, comem mais... ôh metabolismo invejável!!! rs. Para render e evitar desperdício, as carnes podem ir à mesa já fatiadas, e até facilita para que as pessoas se sirvam.



Para os acompanhamentos tradicionais (de dois a três tipos) como a farofa e o arroz, considerar um quilo de cada para 15 pessoas. Se a intenção é servir um arroz com passas e outros ingredientes, considere servir o branco também, fica mais fácil agradar a todos os paladares.



Para a sobremesa, a variedade é grande: sorvete (6 pessoas por litro), só o bolo (100 gramas por pessoa), bolo e docinhos (60gramas e 3 unidades por pessoa). Outras opções também são bem vindas: pavê, mousses, tortas. Aqui em casa rola um quindão... afff!!! Eu quero!rs.



Para as bebidas: 1 garrafa de espumante ou prosecco (2 pessoas), 1 garrafa de cerveja (por pessoa ou para duas, se houver outras opções de bebida), 1 garrafa de vinho tinto (4 pessoas), 1 litro de refrigerante (3 pessoas), 1 garrafa de whisky (15 pessoas). E não se esqueça de manter água disponível durante toda a festa. Se optar pelas garrafinhas individuais, considere duas por pessoa, mas também é possível servir em jarras, o que diminui e muito o desperdício. Nesse caso, águas saborizadas são bem vindas, agradam ao paladar e aos olhos.



Dica/comidas: acrescente de 10% a 20%, por segurança, ao calcular a comida. Programe-se quanto aos horários. Alguns pratos demoram mais que outros, também há os que precisam ser temperados um dia antes. Leve em consideração que, quanto maior a variedade de comida, menor a quantidade consumida de cada uma, já que a galera vai mesmo é querer experimentar um pouquinho de cada coisa.


Dica/bebidas: marcadores de copos evitam desperdício, assim ninguém perde o copo pela festa. Pesquise também pela internet, você pode aproveitar bons preços e a praticidade de receber em casa.


Dica/louças: considere 2 pratos por pessoa (um para o os pratos quentes e outro para os frios). Quanto maior a quantidade diferente de bebida, maior a quantidade de copos.


Dica/arrumação: considere que todos estão se divertindo e que, se sua festa não é formal e seus convidados são familiares e amigos próximos, você pode sim pedir ajuda em todas as etapas, mesmo que você tenha assumido a ceia sozinha. Principalmente no pós-festa, a colaboração geral será um ótimo presente coletivo e sua casa estará melhor apresentada para o almoço do dia seguinte. 

A tradição é servir a ceia à meia noite, mas não é obrigatório. Aqui em casa seguimos a tradição quando possível. 


Resumão com agenda para quem vai receber sem ajuda:

45 dias antes: enviar convites e fazer contatos.

25 dias antes: agitar a galera que ainda não deu retorno sobre o convite

15 dias antes: fechamento da lista de convidados

10 dias antes: definição do cardápio e lista de compras, aproveite e faça também uma lista de onde encontrar o que precisa para otimizar o seu tempo

09 dias antes: Verifique louças, toalhas, talheres, guardanapos e copos. Se precisar lavar, já tome providências e se perceber que a quantidade não é suficiente, corra e agende a locação!... Vai quê! rs.

No dia 23: 
- Faça o pré preparo de tudo o que for possível: picar ingredientes, lavar verduras (seque bem e guarde em um recipiente fechado na geladeira), cozinhar, marinar.
- Fazer a sobremesa também é uma boa, proteja tudo com tampas ou plástico filme para não ressecar.
- Alguns petiscos também podem ser preparados antecipadamente.

No dia 24: 
- Arrume a mesa e estude o espaço do Buffet para definir aonde vai o quê, o tipo/tamanho das travessas e/ou réchaud. Eu faço isso logo cedo e deixo coberto para proteger.
-Verifique o tempo de preparo das carnes e demais pratos, para saber a hora ideal de ir ao forno. Já tenha em mente a hora da ceia.  

- Dica de mamis: Para não ficar picando alho e cebola já linda e no salto, para fazer o arroz, você apenas pode refogá-lo mais cedo (com o alho e a cebola, para quem gosta assim) e guardar a panela na geladeira. Uns 20 minutos antes de servir, coloque a panela no fogo e use água quente para dar continuidade ao processo. O arroz é servido quentinho e sem muito trabalho. Aqui, preferimos assim a fazer o arroz muito cedo e depois “esquentar”.

- Coloque as bebidas na geladeira, logo cedo também.

- Eu separo os petiscos e deixo tudo organizado em cima da mesa da cozinha.

- Agora!!! Vá se arrumar, criatura!!! E curta muito a noite, a família e os amigos, ou quem estiver com você neste momento! 

Gostou da postagem? Tem alguma dica para dar? Divida com a gente e vamos todos ter um animado, organizado e feliz Natal! 

Quer receber as postagens fresquinhas no seu e-mail? Assine a Newsletter e fique tranquila, não envio spam.

Beijos, beijos!!!






Decoração

Decoração de Natal – A Árvore!

dezembro 02, 2015

Decoração

“Amiguis” e amores, quando é que o espírito do Natal se "achega" de verdade verdadeira na vida da gente? Quando começam a fazer propaganda de “compre agora e pague em fevereiro”? Quando o shopping da sua cidade marca o dia da chegada do Papai Noel? Ou quando o seu filho começa a fazer lista de presentes? Eu digo: nenhuma das alternativas anteriores! O espírito natalino começa mesmo a invadir o nosso ser e a contagiar cada fibrinha da nossa pessoa, quando começamos a fazer a decoração de Natal!!! Issoooo! Mais especificamente a árvore de Natal!... E não é???


Não vamos entrar no mérito comercial da coisa, “tá beeeem? Então tá beeeem” (roubei essa da Jout Jout!!! Rsrsr). Vamos falar de amor, de amizade, solidariedade e carinho, sentimentos que devíamos cultivar todo santo dia de nossas vidas, mas já que ainda somos cheios de defeitinhos, o Natal vem para lembrar (todos os anos) o quanto tudo isso é importante.

Aí... você se pergunta: “e onde a decoração entra nessa história?” Pois é, o segredo é o seguinte, montar a árvore de Natal e todo o restante da decoração pode ser uma ótima e divertida oportunidade para você juntar a família. Liga um sonzinho, natalino ou algo mais agitado - fica a seu critério, e vamú que vamú!

Aqui em casa somos adeptos de abraçar o momento, fechar os olhos e se jogar! Na casa toda rola décor de Natal, mesmo que seja um arranjo, um Papai Noel fofo ou um mini presépio, principalmente porque sabemos e valorizamos o quanto é importante todo esse contexto para a pequena!

Mas, vamos deixar de lero lero e vamos ao que interessa! Boas ideias e sugestões para a decoração de Natal da sua home sweet home.


Questão 01: natural ou artificial? 

Adorooooo o cheiro de pinheiro em casa, mas também já não acho tão “coisa boa ” arrancá-lo só para o Natal. Há muito tempo optamos pela árvore artificial e deixamos o pinheiro natural vivinho e contente crescendo lá no cantinho dele. A gente ouvia que se fosse com a raiz, ele sobreviveria para o ano seguinte... nunca aconteceu, então... tá! O negócio é fazer a árvore artificial durar muuuuito tempo, assim poupamos a natureza de todas as maneiras!

Existem vários modelos, tamanhos, cores e valores. Obviamente que, quanto mais linda e deslumbrante for a árvore, mais cara. Fazer o quê? Mas, não desanime, toda árvore de Natal, por mais simples que seja, tem potencial para ser a árvore mais linda do mundo, basta carinho e criatividade!


Questão 02: Grande, pequena ou nem tanto?

Pequena, média ou grande, na verdade não depende só do bolso, mas do espaço que você tem disponível. Nada de atravancar o caminho! Bom senso e trena nas mãos. Se você tem espaço de sobra, já tudo resolvido! Mas se não, a dica é a seguinte: observe com calma o ambiente e veja o que pode ser momentaneamente retirado ou deslocado para dar lugar à sua querida árvore. Aqui em casa, já utilizamos o espaço de uma mesa de apoio, mas hoje, ela mora na varanda, local da casa onde mais ficamos e aí, tem espaço suficiente. 


Questão 03: Com que cor eu vou?

A começar com as cores das árvores.... hum... cada um é cada um, mas particularmente prefiro as verdinhas. Já que não dá para ter uma verdadeira, que então seja visualmente parecida. Gosto mais! 

Mas, não é só da cor da árvore que depende uma decoração legal, mas de tudo o que vamos colocar nela. São inúmeras as possibilidades:


A mais tradicional utiliza o vermelho, o verde e se quiser dar uma brilho extra, o dourado também. Bolas, sinos, correntes, pinhas, estrelas e laços para um estilo mais requintado.



Tudo e mais um pouco, como bonecos e outros enfeites de feltro, para uma versão mais fofa.



Depois, temos o caminho dos tons frios, de inverno mesmo. Os objetos são do mesmo tipo, mas em cores diferentes: azul, branco e prata. Neste caso, nada de tons quentes como os que aparecem na sugestão anterior.


Nada impede que você inove e vá para caminhos outros, como árvores com combinações e montagens inusitadas.


E até ousadas, como as monocromáticas.



Ou as criativas, feitas com materiais alternativos.



Aliás, considerando a enorme quantidade de estilos e possibilidades, você só precisa saber qual deles combina com você.

E aí, vem a dúvida, por onde começar? Se você já tem enfeites de outros anos, aproveite tudo o que for possível. Aqui em casa, como já faz um tempo, não mudamos o estilo, conseguimos aumentar a quantidade de enfeites ano após ano. Assim fica fácil não gastar horrores de uma única vez. O segredo é armazenar com cuidado sempre que desmontar a árvore e no ano seguinte, comprar uma coisa ou outra para ter novidade!


Então vamos ao que interessa, a montagem da árvore de Natal:

01- Retire as partes da árvore da caixa e monte com cuidado, dê uma olhada geral para ver se não tem nada meio tortinho, ajeite os galhos de forma que ela fique cheia e sem buracos;

02- Coloque os piscas dando voltas na árvore de um jeito que os fios não apareçam. Vá alternando a posição, indo ora para perto do tronco, ora mais para fora, assim a luz “preenche” os espaços.

03- Distribua primeiro os enfeites maiores e que chamam mais a atenção. Como a árvore tem formato triangular e a base é sempre maior, os enfeites maiores vão ficar mais proporcionais se utilizá-los a partir do meio até a base.

04- Depois vá preenchendo com os penduricalhos menores.

05- Enfeites alongados ficam mais bonitos nas pontas;

06- Laços são ótimos para preencher espaços vazios;

07- O arremate final é a ponta. Pode ser um laço, uma estrela, um boneco ou até um chapéu de Papai Noel.

Dica 01: De vez em quando, dê uma bela olhada na sua árvore de um ponto da sala para ver como o conjunto está ficando. Se precisar remanejar algo, fica mais fácil identificar.

Dica 02: Se você não tem uma tomada próxima ao local ideal para a sua árvore, use uma extensão e lembre-se de manter a opção de ligar e desligar com fácil acesso.

Vamos viver um Natal bonito, de paz, tranquilidade e fé! O país não está legal, mas ele é feito de pessoas! Que tal fazermos a nossa parte melhorando o astral geral?

Bjos, bjos e bjos!!! 







Decoração

Fios de luz na decoração – Resenha Cormilu

novembro 24, 2015

PUBLIEDITORIAL

Quando a campainha tocou, o meu primeiro pensamento foi: “credo, quem será em pleno feriado? E ainda por cima cedo!” (Já dez da manhã...aaabafa!). Então lembrei!!! Nossa!!! Deve ser o correio, “cadê a toalha de mão gente”!!! (momento dona de casa!) E lá fui esbaforida e correndo... é... eu corro...kkkk... um pouquinho só!!! Rsrs. 


Saí naquele friozinho já feliz da vida! Só podia ser a encomenda na qual fiquei pensando a semana inteira! “Assine aqui por extenso, por favor,”. “Claro, sim, sim... me dá logo isso moço!!!” Entrei correndo já avisando para a família curiosa, que meu pacotinho querido havia chegado!!! Chegou!!! Chegou!!! Meu fio de luz da Cormilu chegou!!!

Genteeee!!! Amei! A Cormilu me enviou o fio de luz para resenha! E vamú combiná que uma resenha sobre um produto fofo como esse é babinha né gente? Quem já conhece sabe do que estou falando, quem não sabe... Tcharam!!! Aqui estou para apresentar a invenção mais lindinha do planeta! Com vocês!!!! Os fios de luz da Cormilu!!!!


Primeiro quero dizer que elas vêm em uma caixinha com as esferas soltas e envoltas em um papel de seda... hum, já gostei, né?! O cuidado tem que vir de todos os lados e você já nota a preocupação com os detalhes logo de cara!

Depois retirei tudo e separei para ver mais claramente as opções de cores que eu tinha para me divertir! Em seguida comecei a fazer combinações. Fiz várias até olhar e dizer “Aaaaaagora siiiiim!!!”. E a coisa mais fácil do mundo é montar! Não tirei foto, mas ambas as extremidades vêm preparadas com plugues que possibilitam dar continuidade a sua felicidade iluminada! É só emendar várias e soltar a criatividade! E por falar em criatividade, que tal muitas lindas ideias para decorar a sua casa, sua festa ou o seu momento especial com os fios de luz da Cormilu!!!?

Aproveitando o momento “festas de final de ano”!!! Espia só que belezura!!!




O quarto das crianças ou o seu,  um aconchego só!!! Você escolhe as combinações por nomes, o meu é o Singapura, ou monta um com o seu jeitinho (aqui).


Exercitar a criatividade com os fios de luz é puro encantamento! Inventar formas inusitadas de utilizá-las é parte da diversão que a Cormilu traz para sua vida! Olha só quantas possibilidades! E ainda por cima, tem todas as peças soltas para você repor, aumentar sua coleção de bolinhas ou criar novos fios, tudim lá na lojinha!!! (aqui) 




Já deu para notar que é possível utilizar os fios de luz em todos os cômodos da sua casa e em situações e momentos especiais. Eu sou apaixonada por eles há um bom tempo. Um dia, mostrei para uma cliente, claro, ficou apaixonada! Já queria um para a filha e fez uma listinha de possíveis sortudas ganhadoras de fios de luz de presente de Natal.  Ai invejinha...rsrs.

Se você é como eu fã dos fios de luz, ou acabou de descobri-los e se encantou também, espia o site e o blog da Cormilu  e o face, com mais mil e uma ideias legais! Todas as imagens/dicas eu pesquei no site da Cormilu, mas tem muito mais lá!

O que você achou? Curtiu? Bora inventar moda??!

Beijos beijos e beijos!!!




Bem Estar

Gentileza é um pedacinho do Bem Estar

novembro 19, 2015

PALAVRAS DO CORAÇÃO

Eu acordo todos os dias com uma vontadinha “loca” de ficar na cama, levanto no estilo zumbi : caminhar endurecido, capenga , meio manca e com revezamento visual; se abrir os dois olhos, a torre de controle entra em colapso. E nem vou falar do cabelo, teimosia em pessoa, lei da gravidade? Ops... meus belinhos estão além da compreensão científica! Rsrs.


Não é preguiça, é prazer em dormir e mesmo assim sou uma boa menina, acordo sempre cedo, foi o jeito que descobri para evitar minhas costumeiras noites insones. Dormir cedo, acordar cedo e ser feliz! E mesmo sonhando acordada com mais alguns minutinhos debaixo do meu edredom fofo, começo o meu dia perguntando para quem estiver por perto: “booooom diaaa!!! Como foi a sua noite, dormiu bem?”.



Mas tem gente que não curte muito o período da manhã não, acorda sempre com o pé esquerdo, de atravessado, azedo, com zero porcentagem de bom humor e não quer saber nem de dar bom dia. E aí pergunto: o que o resto do mundo tem com o azedume do cidadão ou cidadã? Nada né gente! Volta pra cama! RS.


Já ouviu a frase: gentileza gera gentileza? Pois é, mau humor também gera mau humor e aí  pergunto: “quer jogar em que time?”. Ser gentil na versão básica é muito simples. Bom dia, boa tarde, boa noite, por favor, obrigada e com licença são coisinhas que aprendemos logo cedo e se vierem com um sorriso simpático então, pode ter certeza, o resultado será super positivo.

A versão básica da gentileza é o mínimo para viver bem com seus amigos, familiares, a galera do trabalho e com as pessoas que cruzam com você em situações diversas. Mas, que tal ir além? Que tal não ficar congelada (o) no básico? Que tal não fazer algo de bom só por obrigação e trazer o prazer para o seu mundo? O prazer de viver bem com tudo que existe a sua volta?


Gentileza é uma escolha, dificilmente será algo constantemente automático no seu modus operandi, e aí você pergunta... Hein??? Pois é, gente bonita e querida, gentileza nem sempre nasce como parte do nosso pacote de viagem. Precisa ser cultivado, exercitado, até começar, realmente, a se transformar em uma atitude natural da nossa pessoa. 

Quer entender melhor? Lembra o dia em que você meteu a mão na buzina ou xingou horrores, sozinha(o) no carro e aí, para coroar o momento tenso, não deu passagem para alguém que precisava entrar ou sair de algum lugar? Éééé... Quem nunca cometeu um crime contra a gentileza como esse, que atire a primeira... flor, nada de pedra!!!


Dar passagem no trânsito para um pisca desesperado que precisa entrar naquela rua logo ali e talvez nem conheça bem a cidade é gentileza e boa ação, irmãos quase gêmeos. Oferecer passagem na fila do supermercado para quem tem dois itens de compra e nenhuma fila para “até 20 volumes”, pode não garantir seu “terreno”nos céus, mas vai te fazer sentir super bem! 

Acredite se quiser, na maior parte do tempo um sorriso autêntico e sincero pode ser o pico do prazer que uma ação gentil pode causar em quem recebe e pasmem, em quem oferece também! Sabia, né?! A primeira pessoa que recebe os lucros desse investimento emocional é você! Isso, você mesmo, que precisou apenas exercitar alguns músculos do rosto com um singelo e gentil sorriso!


A gente vê tanta coisa ruim acontecendo por aí, que às vezes da a impressão de que não há saída. Estamos num labirinto curtindo a companhia de um Minotauro totalmente desprovido de humor e nenhuma luzinha no fim do túnel para animar. Mas, será que isso também não é questão de escolha? 

Pensa bem, o que te impede de ver as coisas de outro ângulo? Tem muita coisa ruim brotando feito praga na lavoura? Teeeemmm!!! Mas trocar a lente do seu foco também pode mudar a cor das coisas! Ver cor de rosa? Naum... nem tanto, colorido já tá bom e garante uma boa visão do todo, que não é só feito de gente que perdeu o bom o senso, o respeito e a boa educação, é feito também de muuuuita gente boa, que gosta de cultivar o que é bom, do bem e positivo.

Dizem que os opostos se atraem... hum, vou ter que discordar. Em algumas situações os iguais se atraem, se fortalecem e multiplicam! Vamos multiplicar gentileza? Já tem gente arregaçando as mangas por aí com iniciativas bem legais e que vale a pena dividir com vocês!



Iniciativa 01: Um grupo de amigos criou um app chamado “KindMe” que conecta as pessoas para a troca de experiências e sugestões sobre a gentileza. Se você quiser fazer parte é só clicar aqui para pedir o seu. Pedi o meu agorinha e estou esperando ansiosa para descobrir como funciona realmente. Também é possível participar no Facebook , lógico que já fui lá correndinho e já curti! Tô dentro!!! E o melhor, sabe como eles lançaram esse projeto? Distribuindo dois pedaços de bolo para as pessoas na Avenida Paulista, todos com mensagens. Um era para quem estava ganhando e o outro para servir como mais um ato gentil para outra pessoa! Ge-ni-al!!!!


Iniciativa 02: O projeto “Gentileza Gera um Mundo Melhor”, idealizado por Ana Isabel Friedlander, teve início com 15 mulheres da cidade de Palmas. Cada uma recebeu uma fita para ser amarrada em local visível, como uma forma de não se esquecerem do compromisso. Mais dez fitas foram distribuídos para cada participante, missão: trazer mais pessoas para participar do movimento que durou 21 dias. O compromisso de cada uma era praticar ao menos três atos gentis por dia. O movimento foi inspirado no “Profeta Gentileza” – José Datrino (1917 – 1996), figura conhecida nas ruas do Rio e que deixava suas mensagens espalhadas pela cidade, suas pilastras escritas foram tombadas como patrimônio cultural do Rio de Janeiro. E ele tá lá no face também, veja aqui

Outras páginas que, de alguma forma, trabalham para fortalecer a intenção dos gentis de se multiplicarem! Vamos tomar o mundo??? 



- 30 imagens e suas histórias de gentileza (espia aqui)

Se você conhece outros projetos e movimentos em prol da gentileza/boas ações, compartilhe aqui e vamos dar uma empurrãozinho nesse povo de boa vontade!!! Ou melhor ainda, vamos fazer parte dessa corrente? Vamos liberar serotonina, genteeee!!!!  Gentileza é um pedacinho do Bem estar que você tanto almeja!!!!

Curtiu o blog? Vem junto! Assine a newsletter e receba os posts fresquinhos! Sem spam!!!

Beijos, beijos!!!







Ôh de Casaa!! Store

Manifesto

Manifesto
Comprar de quem faz...

Instagram