Comida natureba x restaurante caidinho

fevereiro 12, 2016

PALAVRAS DO CORAÇÃO

Estou almoçando em um restaurante vegano em Campinas enquanto escrevo este texto. Um oásis gastronômico para minha, nem tão recente descoberta, restrição à lactose. Não importa o que meus olhos captem no Buffet, posso comer tuuudoooo sem ter que perguntar para o garçom ou garçonete do que é feito. E me esbaldo gente, de verdade!!! 



Após minhas andanças de trabalho, acabei chegando super cedo e abri o Buffet com essa minha fome meio inglesa... Pontualíssima! Onze e meia da manhã, paradinha no estacionamento ao lado, batendo uma prosa enquanto aguardava o abrir das portas do paraíso... comidaaaa! RS.

Enquanto me servia meio distraída, cozinhando uma dúvida cruel entre a carne de soja e a lasanha vegana, um movimento chamou-me a atenção. Num impulso olhei para a porta e dei de cara com um rosto conhecido. Dê início, num ímpeto, quase abri um sorriso simpático para cumprimentar; segundos depois, sorriso desarmado e eu fingindo que nem tinha visto ninguém...kkkk!!! Meus neurônios do reconhecimento não foram tão rápidos quanto meu impulso e quase cumprimento alguém que não conhecia, ao menos não pessoalmente. 

Que coisa mais estranha é dar de cara com uma pessoa da mídia e que, apesar de ter uma imagem conhecida, não é bem o que podemos chamar de famosa. Aí, você fica no meio do caminho: conheço essa criatura, mas não sei de onde! Será uma apresentadora da MTV, uma atriz de programa da TV a cabo... ui... melhor fingir que nem captei a presença deste ser meio conhecido, meio anônimo. Bem, também não sou uma fã assídua de TV, estou sempre por fora. Provavelmente alguém um pouco mais atualizada neste seguimento saberia quem era.

Não a abordei lógico, não sou do time das fotos e autógrafos. Não que nunca tenha pagado esse mico, aliás, com muito orgulho, uma vez consegui um autógrafo do Arq. Oscar Niemayer, mas... escafedido, sumiu, desapareceu... céus, onde foi parar??... melhor deixar para lá antes que algum colega de profissão me de umas broncas!!! E claro, como eu poderia esquecer, uma foto com a Pepa... kkkk, passeio com a sobrinha, abafa!!!!

Pois é, a questão aqui é muito profunda, na verdade eu aproveitei o acontecido para discorrer sobre o restaurante. Gente, aí vai a pergunta que paira no ar: por que todo restaurante natural, vegano ou vegetariano é feio e com cara de sujinho? Que regra é essa de que comida alternativa é sinônimo de restaurante caidinho? E olha só que até gente conhecida frequenta, mesmo que eu não saiba quem é....rs.

Outro dia estava com minha mãe neste mesmo restaurante (convencida depois de muitas tentativas frustradas) e encontrei uma amiga (com o marido)... fomos unanimes, a comida é boa, mas o lugar está o Ó!!! Ela até sugeriu que fizéssemos uma proposta de revitalização em conjunto: eu, ela e mais um colega. Podíamos fazer uma permutinha básica: o projeto por algumas refeições na faixa, que tal?

Eu adoro comida vegana, apesar de não ser uma opção de vida ainda. Bem que eu gostaria, mas tem que aprender, né gente! E eu nem cozinheira do arroz com feijão sou. Mas, já fico feliz quando posso curtir um restaurante com essa vibe e claro, sempre que posso arrasto alguém... só que não!!! Quem é que vai se convencer entrando num ambiente caidinho? A comida já é uma novidade para a criatura arrastada, e aí chega lá e vê aquele lugar com cara de “enfiei aqui umas mesas e cadeiras, pintei as paredes com a tinta que sobrou da reforma do vizinho, e o piso que faltou?... Ninguém vai perceber vá...” afff.

Já pensei várias vezes em puxar um papo sério com a moça do caixa (acho que é sócia) ou com o dono do restaurante sobre esse assunto, mas cadê a coragem? É dureza! É como virar para alguém e dizer:  “Ó... melhor voltar para casa e trocar de roupa, roupinha de balada com  havaianas encardidas num dááááá”. Vamos combinar que são bons conselhos, mas dependendo da pessoa vai lhe custar alguns anos de terapia.

Pois é, nunca consigo levar qualquer recém - apresentada (o) a segunda vez, e eu venho me perguntando:  como será a cozinha? Melhor deixar para lá, né não?! Deve existir outros restaurantes veganos bonitinhos e com preço justo, mas eu não conheço. E aí... onde vou comer bolo com calda de chocolate sem lactose???? #tristeza.

Beijos, beijos!!!


You Might Also Like

0 comentários

Ôh de Casaa!! Store

Manifesto

Manifesto
Comprar de quem faz...

Instagram