Desejos - palavras do coração

março 26, 2018

No post “o futuro é agora” falei sobre um texto, escrito muitos anos atrás, na virada do século, sobre meus sonhos e desejos. Achei que seria legal transcrevê-lo para ilustrar como é bom olhar para o que passou e descobrir quanta coisa já se realizou e que muitas vezes nem notamos. É muito comum (no piloto automático) reclamar ou nos frustrarmos pelo que não temos, do que valorizar o que já conseguimos.


Então, aí vai...

Pois é, este ano não representa a virada do século, mas as expectativas de mudanças estão aí, como todo começo de ano. Esse, no entanto, tem um gostinho especial de sonhos a se realizarem. Uma esperança rejuvenescida a cada novo início.

Ano 2000. Gostaria muito de realizar meus sonhos cultivados desde a adolescência, uma época em que sonhar era o principal combustível da alma e transformar bobagens, aparentemente ideológicas, em algo real, era uma utopia.

Sonhei que tinha um trabalho que proporcionava prazer e me permitia conviver com pessoas legais. Sonhei que tinha um cantinho para cuidar, convidar alguém para entrar e dizer: Tudo aqui tem a ver comigo, mas não repare a bagunça. Ando ocupada com muito trabalho e não tive tempo de cuidar das plantas. Aceita um chá? Não sei fazer café!

E nesse cantinho eu poderia continuar projetando novos sonhos, porque afinal de contas, a vida é feita de um monte deles. Alguns criamos apenas para ilustrar nosso dia a dia, outros nos fazem lutar por um objetivo.

Sempre vale a pena lutar, nada tem tempo certo para acabar, depende apenas das escolhas de cada um e que cada um respeite a escolha do outro.

Quero viver plenamente cada segundo, mesmo aqueles simples, como quando se senta com os amigos para falar de coisas bobas. 

Continuei sonhando e aí me peguei imaginando alguém ao meu lado, simplesmente compartilhando.
Também sonhei que muita gente encontrava seu caminho conhecendo a si mesmo e um pouquinho dos outros. Faça para os outros apenas o que gostaria que fizessem a você!

E o sonho continuou com o coração cheio de agradecimentos:

Agradeci pela minha família, pelos seus ensinamentos, oportunidades, preocupação, apoio e carinho. Foi em casa que aprendi sobre esforço e dedicação.

Sonho que é sonho sempre acaba bem e quando ele se realiza é porque mal começou. Bons sonhos para mim e para todo o mundo que quer ser feliz. Esse é o meu desejo para o primeiro dia do ano! Feliz 2000 para quem sabe sonhar!!!

É isso, pessoas queridas, o que desejei no ano 2000 ainda é campeão na lista de pedidos da humanidade: ser feliz... sempre!

Beijos, beijos!!

















You Might Also Like

0 comentários

Ôh de Casaa!! Store

Instagram