Não é hora de pirar - palavras do coração

março 07, 2018

Quando criança, brincando na rua entre meninos e meninas, passando o tempo no mundo do faz de conta, a gente acha que pode escolher o que quer para a vida. Pedir e esperar, acreditando que tudo vai dar certo.


A infância, cheia de encantos, avós, passeios, descobertas e quando se pode ver o mundo pelo melhor ângulo é, sem dúvida, o mais encantador momento da vida.
Então, sem ao menos nos darmos conta, entramos com os dois pés na adolescência. Olhos brilhantes, corpos em transformação, auto aceitação, segredos na agenda, confissões, dúvidas e a procura dos olhos nos olhos.

Todo o mundo cresce achando que o amor verdadeiro só existe uma vez, mas vivemos cada um, de tantos, como se fosse o único e último. Amadurecemos o que esperamos da vida e então, esperamos menos do que gostaríamos.

Construímos um futuro perfeito, como se pudéssemos moldar nossos caminhos com as palavras ingênuas das crianças que fomos.  Descobrimos vivendo que essa estrada tem suas próprias vias, atalhos e alguns caminhos bem longos.

Entender os mecanismos da vida é compreender que até mesmo o que não deu certo, o que não aconteceu e até o que doeu mais do que pensamos suportar, teve sua cota de responsabilidade no que somos hoje. 

Ao invés de dizer que somos resultados de nossas experiências, prefiro acreditar que somos resultado da maneira como vivenciamos essas experiências.  A vida não pira a gente, a gente pira sozinha(o) quando não enxerga o que há por trás do momento. E estar no meio do furacão é como usar dois tapa-olhos, uma cegueira emocional.

Então, quando a tormenta chegar, não é hora de pirar! É sim, o melhor momento para se preparar para quem você vai ser depois que o furacão passar.

Beijo, beijos!!!

You Might Also Like

0 comentários

Ôh de Casaa!! Store

Manifesto

Manifesto
Comprar de quem faz...

Instagram