Manta para sofá em jeans - DIY

junho 11, 2018

DIY

O post que você vai ler agora fala sobre quando resolvi costurar pra valer, sem saber nadica de nadica. Fiz o que fiz na raça, sem ter a menor ideia de como seria a forma correta, e só depois, descobri o jeito certo. Acho que, para mim, foi o melhor caminho, meter as caras pra ver no que ia dar. Pra você entender o caminho que segui para chegar aqui.

Ao escrever o editorial de 2015 no blog morrido (foi invadido por um raquer), falei sobre o que eu pretendia para cada conteúdo do blog. Quando cheguei ao tema “Faça Você Mesmo” fiz uma confissão: não tenho nada programado, gosto de seguir o coração e fazer o que me der vontade. Pois é, mas também comentei que andava pensando em costura, só não sabia bem o que fazer e aí, senti uma imensa vontade de retomar um projeto que estava, há anos, abandonado: uma colcha de retalhos jeans.

A vontade surgiu por vários motivos e, um deles é que, trabalhos manuais me fazem bem, não apenas pelo prazer de produzir algo com minhas próprias mãos, mas emocionalmente é como um remédio para o meu bem estar... e acho que ando “precisada”. Ao invés de cultivar uma “deprezinha” chatinha, resolvi cuidar de mim e voltei a fazer algo pelo simples e puro prazer e não por obrigação, ou pelo pão nosso de cada dia. Gosto do meu trabalho, mas existem momentos na vida em que precisamos de algo mais, daquilo que te faz se mexer e sair do marasmo, da mesmice. A tal cereja do bolo!

Então... Remexi nas minhas coisinhas de costura e achei o material que estava guardado, arrumadinho em uma gaveta, só esperando a minha pessoa tomar vergonha na cara e retomar a nossa relação. Uma parte do projeto já foi feito, e nessa época eu ainda não tinha previsão para o novo blog, por isso, não tenho fotos do processo original, mas dei um jeitinho de produzir algumas para explicar como fiz.

Ah! Antes de começar é legal vocês saberem que a ideia inicial era uma colcha para cama de casal (a minha), mas agora decidi que será uma manta para sofá. 

Para começar, a matéria prima: calças jeans. Isso mesmo! Sabe aquelas calças que a gente ama de paixão, mas já estão tão surradas, que além de estarem prestes a saírem bailando sozinhas por aí, nem parecem mais uma calça jeans?! Estão mais para vestimenta do dia da faxina... céus. E não adianta fazer terapia, você não dá, não doa e se bobear, transforma em pijama (nada confortável) só para não dar fim. Então, se o apelo (ou apego) emocional é tão intenso, por que não transformar tais peças, quase desfiguradas, em algo bonito e que você poderá curtir por um bom tempo ainda? Boa ideia, né não?! 


Então, “ajunta” aí um monte desses seres em quase decomposição e se quiser, pode providenciar um pouco de brim novo, é por mais que eu queira fazer uma colcha super “eco-sustentável-verde”, aja calça para tudo isso! Usei calça minha, do pai, da mãe, da cunhada, calça de estoque antigo de loja (tipo 20 anos sem vender) e ainda não deu para completar. Meu próximo passo é comprar um pouco de brim, de preferência de cores diferentes. Ainda não sei a quantidade, mas como vou trabalhar nisso em etapas, vou passando para vocês as informações necessárias. Hoje apresentei o novo projeto e olha o quanto já escrevi... empolgada a pessoa, né?!

Então, se você ficou animada (o), arregaça as mangas e faz a faxina do ano nas roupitchas que já estão meio abandonadas. Limpa... desocupa espaço. Como diz D. Célia: tira coisa velha para entrar coisa nova! E agita a família para fazer o mesmo, se os vizinhos são do tipo amizade antiga, bota a galera para se mexer, arrecada o que puder e só compra o que faltar... e claro, mesmo em formato de bermuda (é como a calça fica depois de cortada), doe todas a quem precisa e... desapega! Vida leve, lembra?

Hoje apresentei o novo projeto para vocês, e até a próxima postagem sobre o assunto, dá tempo de arrecadar um pouco de matéria prima. Na próxima, explico como trabalhei as calças para retirar delas os retalhos que vamos usar. Suspense...!

Beijos, beijos!!!

You Might Also Like

0 comentários

Ôh de Casaa!! Store

Manifesto

Manifesto
Comprar de quem faz...

Instagram