James Jeans e eu

abril 09, 2019

ATELIÊ ÔH DE CASAA!!

Sou fã confessa do jeans, adoro sua versão criativa do mundo da decoração e acabei transformando-o em meu material preferido de trabalho. Este rapaz charmoso e versátil nasceu em Nimes – França, no ano 1792 e ganhou o nome de “tecido de Nimes” que, para facilitar a vida, encolheu para “de Nim”... e virou... Denim


O “tecido de Nimes”, para os íntimos Denim, sempre foi robusto, forte, durável e por isso tornou-se grande companheiro das lides pesadas nos campos franceses e, cruzando fronteiras, estendeu seu sucesso até os estivadores do porto de Gênova – Itália.  Foi aí que ganhou o nome pelo qual o conhecemos hoje – jeans; graças ao sotaque genovês dos fortões estivadores que o chamavam “genes”.


Nos Estados Unidos, onde ganhou a cor azul, chegou para vestir os sofridos mineiros da corrida do ouro na Califórnia lá pelos idos de 1853, pelas mãos de Levi Strauss... Levi´s... capitou a mensagem?  Mas ainda sem muito atrativo visual. O seu famoso azul só chegou em 1890, após outros acréscimos e detalhes que o tornou mais atraente e irresistível. 



Porém, ser famoso e conhecido pelo mundo todo só aconteceu na década de 30, ao estrelar filmes de sucesso sobre cowboys no cinema americano –  é a cara desse rapaz rebelde ... né não!? E para reafirmar sua fama de bonitão, forte e corajoso, foi o personagem principal na confecção das fardas militares americanas durante a Segunda Guerra Mundial




É no pós-guerra que sua fama o leva de volta à Europa, todo repaginado e fortalecido em sua personalidade popular, ou seja, nasceu no povo e subiu a escadaria da fama até as passarelas – ao invés de nascer nas passarelas e descer ao nosso universo mortal -  único a conseguir esta proeza e se manter no trono até os dias atuais; sem a menor intensão de repassar o bastão! 


O nosso amigo jeans é hoje figurinha fácil em guarda roupas femininos, masculinos, infantis e sêniores. Como peça básica e coringa pode ser chique ou simples e, graças aos céus, não está restrito a moda. Invadiu, sem cerimônia, o território da decoração e eu, apaixonada que sou, mergulhei de cabeça nessa relação.


Cada vez mais envolvida, essa história ainda tem muito chão pela frente. Pensa em uma pessoa empolgada!! Soy You!!! Até apelido já rola... James Jeans.


E foi assim que nasceu a coleção James Jeans, uma homenagem ao mais rebelde de todos os famosos usuários da história do cinema. Como tudo que sai dessa minha cabecinha agitada, trabalhar com o jeans foi um processo cheio de etapas e evoluiu junto com o aprendizado na costura. 

No momento, os caminhos estão sendo alinhados e o assunto casa, como o nome do ateliê e do blog já indicam, é a minha preferência para o futuro dessa relação. Minha mente está trasbordando novas ideais, o único probleminha é que a máquina não é tão rápida quanto as inspirações que saltitam dos meus neurônios.... 

E vamos nessa, que eu tô só começando!!!

Beijos, beijos!!!

You Might Also Like

0 comentários

Ôh de Casaa!! Store

Manifesto

Manifesto
Comprar de quem faz...

Instagram